Resumo de um campeão

O Billabong Rio Pro, organizado pela GEO Eventos, será inesquecível na minha vida. O torneio que acabou nesta sexta-feira 20, válido para o circuito mundial de surf profissional, foi a primeira disputa que o blog SurfistaPaulistano cobriu, do primeiro dia à final. Mais inesquecível ainda foi cobrir um desafio no Brasil, com vitória de um brasileiro, Adriano de Souza, o Mineiro (na foto acima), conforme este blog publicou em primeira mão, segundos após o fim da prova em um post relâmpago em pleno horário de expediente.

Hoje, o surfista Adriano de Souza não fez história apenas na vida deste blogueiro. Mineirinho, como é chamado, entrou para a história do surf mundial. Trata-se do primeiro brasileiro a liderar o ranking mundial. “Não tenho palavras para descrever como estou me sentindo nesse momento. Gostaria de agradecer aos meus fãs e a todos que sempre me apoiaram. É um prazer poder manter o título da etapa aqui no Brasil”, declarou.

“Posso morrer feliz da vida, pois venci esse campeonato. Entrei para a história do surfe brasileiro agora. Antes, todo mundo falava que eu poderia, mas era difícil acreditar, pois ainda não tinha vencido um grande evento no meu país. O dia chegou. Sabia que essa mudança para o Rio de Janeiro poderia ser boa para mim e foi o que aconteceu”, completou.

E a trajetória de Mineirinho até o prêmio final de US$ 100 mil, dedicado ao campeão da prova, não foi uma tarefa nada fácil. Souza abriu sua participação no circuito nesta terça-feira 17 ficando em segundo em sua bateria, com 14.67. Logo no dia seguinte, o campeão encarou uma batalha contra o brasileiro Ricardo Santos, com 16.43.  Na sequência, Adriano de Souza eliminou o norte-americano CJ Hobgood, com 15.93.

Durante a quarta rodada do campeonato, o brasileiro derrapou na curva, ficou em último em sua bateria e somou ridículos 4.64. O resultado levou Mineiro para repescagem, onde foi fisgado e retornou à prova, após derrotar Michel Bourez, com 10.73. Nas quartas-de-final, o surfista venceu o australiano Owen Wright com um resultado apertado.

Já nas semi-finais, Adriano de Souza derrotou, com 9.00, mais um australiano: Bebe Durbidge. Na final, mais um australiano foi derrubado pelo surfista brasileiro. Para vencer Taj Burrow, Souza somou 15.63 surfando ondas quando a prioridade de escolha era de Taj Burrow, que largou na frente com uma nota 7.0. Enquanto o australiano ficou esperando as maiores ondas das séries, Mineirinho foi pegando as ondas que seu adversário desprezou e levou a torcida ao delírio na Barra da Tijuca, em plena capital carioca. A primeira onda valeu nota 6.5, a segunda arrancou 8.0 dos juízes, e a vitória foi sacramentada em uma esquerda recheada de batidas e rasgadas deslizando a rabeta, abrindo leques de água (como na foto acima): uma nota de 7.63.

Agora, Adriano de Souza pode sonhar com o título mundial, por que não? O caminho é longo, vale frisar. A próxima etapa do WT será o Billabong Pro, em Jeffreys Bay, na África do Sul, de 14 a 24 de julho, com US$ 425 mil em prêmios e claro, com cobertura do blog SurfistaPaulistano.

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Surf. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Resumo de um campeão

  1. Pingback: Slater é Slater: ponto final | SurfistaPaulistano

  2. Pingback: Elite do surf mundial no RJ | SurfistaPaulistano

  3. Pingback: Agradecimento de surfista | SurfistaPaulistano

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s