Adeus à fogueteira

Quem não se lembra de um jogo pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 1990 entre Brasil e Chile, onde a seleção canarinho vencia por 1×0. De repente Rosenery Mello do Nascimento (na foto ao lado), mais conhecida como a “Fogueteira do Maracanã”, lança um sinalizador para o campo que caiu perto do goleiro Rojas. Ao ver o fogo, o arqueiro chileno se joga no chão e finge ter sido atingido e a partida acaba 24 minutos antes do apito final. Após o ocorrido, Rosenery foi presa, solta e meses depois estampou a capa da revista Playboy.

Infelizmente na última semana a Fogueteira do Maracanã nos deixou, vítima de um aneurisma cerebral. Mais uma personagem que teve alguns minutos de fama na história do futebol nacional.

 

Anúncios

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Esporte. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s