Pódio dividido por 16

Não adiantou adiar mais. A praia de Geribá, em Búzios, litoral carioca, palco do Brasil Surf Pro, não estava para surf neste domingo, dia 17. Como o último dia de competição também não apresentou boas ondas, a direção da prova decidiu encerrar o desafio.

A alternativa foi dividir o prêmio feminino entre as duas classificadas para a final. A paraibana Diana Cristina e a catarinense Juliana Quint, que somaram 860 pontos cada (a premiação do segundo lugar). Já no masculino, 16 atletas terminaram em nono lugar, com 500 pontos. Com a decisão, o catarinense Tomas Hermes segue na primeira posição no ranking masculino. No feminino, Tininha ficou na ponta. A próxima etapa do Brasil Surf Pro será em Ubatuba, em setembro.

As marcas Petrobras e Skol apresentam o Brasil Surf Pro 2011, que conta com o patrocinio da Hawaiian Dreams (HD) e Prefeitura de Búzio, apoio da Oi Futuro, canais SporTV e Multishow, TV Jam, Secretaria dos Esportes de Búzios e da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro FESERJ. O campeonato conta com recursos da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, organização da ABRASP, realização e produção Brasil1 Esporte e MaxSports.

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Esporte, Surf. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s