Apostas no surf brasileiro

O Quiksilver Pro New York 2011, evento válido para o circuito mundial, é a prova de que no surf não existe já ganhou. Para quem, como eu , apostou na vitória de Kelly Slater, se enganou. Vou abrir minha aposta. No FluirGame apostei na final entre o francês Jeremy Flores e o norte-americano Kelly Slater. Eles se enfrentram, realmente, mas nas oitavas, onde Kelly levou a melhor, conforme previ.

Dessa vez a vitória foi do australiano Owen Wright (na foto acima), contra o decampeão (no vídeo abaixo).

Na minha aposta em relação aos brasileiros achei que Adriano de Souza ia mais longe. Cheguei a postar aqui no blog a minha empolgação em ver o Mineirinho sair da repescagem. Mas tudo bem. Mineirinho chegou até as oitavas, perdeu para Jadson Andre, um belo embate brasileiro na terra do Tio Sam. O que valeu foi ver o jovem Alejo Muniz ficar em terceiro lugar na competição, o melhor resultado em sua carreira. Alejo só teve sua festa encerrada quando o campeão da prova derrotou o brasileiro na semi-final (no vídeo abaixo).

A próxima etapa do circuito mundial será o Hurley Pro, em Lower Trestles, na Califórnia, EUA. Portanto senhores façam suas apostas.

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Aloha, Esportes radicais, Eventos, Surf. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s