A força do esporte paraolímpico

No último dia 16, o blog Surfista Paulistano, pela primeira vez fez sentido em existir. Com o post Donos da Superação, ao citar rapidamente o time de basquete sobre rodas AEDREHC Warriors, tive a grata surpresa de conhecer histórias de verdadeiros atletas como Alex Gomes Alves (na foto acima). O armador  do AEDREHC Warriors é um dos responsáveis pela criação desse time em 1993.

Desde então, a batalha de Alex não se resume só dentro das quadras. Atualmente, ele também luta fora delas para não deixar o time acabar. Exatamente, a equipe heptacampeã brasileira (2009, 2006, 2005, 2004, 1998, 1995 e 1994) corre o risco de parar suas cadeiras de rodas porque está sem patrocínio. Abaixo você pode acompanhar na íntegra a declaração emocionada de Alex Gomes Alves ao Surfista Paulistano.

“Obrigado pelo post no blog Surfista Paulistano, chegou em boa hora. Passei o link para o nosso possível patrocinador. Quem sabe assim eles nos dão uma resposta positiva. Atualmente estamos sem patrocínio ajuda e estou quase desistindo de continuar essa luta. Estou cansado, se faço isso ainda é porque amo essa equipe e sinto orgulho de ter vsito a formação de mais de 100 atletas durante esses anos todos.

Hoje temos jogadores nas principais seleções dos país em diversas categorias. Nossa técnica (Maria José dos Santos) é a atual comandante da seleção brasileira masculina que vai buscar uma vaga em Guadalajara, no México, em novembro, no Parapan.

Nossa ONG surgiu desde 1993, com pacientes que jogavam apenas por lazer e por diversão. Porém, como sempre fomos lutadores, nos cadastramos na Federação Paulista e na Confederação Brasileira de Basquete em Cadeiras de Rodas. Começamos assim, a disputar todos os campeonatos. Em apenas três anos, fomos da 3º divisão ao circuito de elite, onde estamos até hoje. Sentimos orgulho por sermos conhecidos como Escola do Basquete Adaptado. Pegamos pacientes e os transformamos em atletas paraolímpicos de basquete em cadeiras de rodas.

Treinamos de segunda a sexta, das 8h as 14h. Só paramos para comer uma fruta ou pão com café e leite. Não temos estrutura de alimentação. Jogamos simplesmente porque amamos o que fazemos e queremos ser reconhecidos não como deficientes, mas sim como atletas.

Minha maior preocupação é terminar o campeonato paulista, onde temos dois jogos em Rio Preto no dia 02 de outubro e não sabemos se vamos, pois não conseguimos ônibus ainda. O objetivo maior está em disputar o Campeonato Brasileiro da 1ª divisao em novembro.

Contamos com 22 atletas e também com duas atletas femininas. Nossa missão é ensinar à todos, não importa se serão atletas. O importante é que sempre estaremos ali, no Clube Atlético Ipiranga, com as portas abertas para todos. Não importa se com deficiência ou não. O mais importante é no final todos sairem com um sorriso no rosto. Queremos montar uma equipe infantil, pois acreditamos que todos tenham direito à prática do esporte.

Na verdade, não posso reclamar de nada, pois, afinal, temos atletas que se empenham todos os dias. Moradores de diversas regiões de São Paulo, uns acordam 4h30, outros as 6h, para jogar basquete. Tem uma menina chamada Tanya, que sai de Jundiaí as 5h só para treinar conosco. Isso me dá ânimo de continuar nem que seja até o final do ano.”

Caros leitores, após esse depoimento respondi para o Alex pedindo para ele não desistir. Graças a atletas como esse o esporte nacional tem razão por existir. Aliás, por falar em razão por existir. Entenderam porque o Surfista Paulistano teve sua razão para existir nessa semana? Desejo, com toda a minha alma de surfista, que o AEDREHC Warriors realmente consiga seguir vencendo não apenas dentro das quadras, mas também fora delas.

Anúncios

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em História do Esporte. Bookmark o link permanente.

7 respostas para A força do esporte paraolímpico

  1. ALEX ALVES disse:

    FALA JOÃO ,MAS UMA VEZ MUITO OBRIGADO PELA DEDICAÇÃO, APOIO , A CADA DIA TENHO CERTEZA QUE FIZ A COISA CERTA EM DIVULGAR A NOSSA HISTORIA AQUI NO SEU BLOG, ASSIM COMO A GENTE EXISTEM OUTRAS ONGS TAMBEM QUE LUTAM E BUSCAM SEU ESPAÇO NO CENARIO PARAOLIMPICO, QUE ATITUDES SIMPLES COMO A SUA POSSAM CONTINUAR A REALIZAR DIVERSOS SONHOS DE ATLETAS TÃO ESPECIAIS.MUITO OBRIGADO DA FAMILIA AEDREHC-WARRIORS
    ALEX ALVES

  2. Fernando disse:

    Caro João vou deixar aqui meu desabafo e minha indignação , no sabado tive o prazer de ver essa equipe jogando , no final fui falar com o Alex, o cara é simplesmente o faz td , capitão da equipe, diretor , presidente e e ainda joga demais, para minha surpresa fiquei sabendo que ele, esta parando de jogar e desistindo do esporte paraolimpico, a meta dele agora e trabalhar e fazer a fac, esta na correria de conseguir bolsa de estudo, fiquei triste pois acreditava que a equipe iria continuar,tenho certeza que se ele parar o time termina, queria deixar aqui , um recado a todos que tenham condições de ajudar, não deixe um equipe terminar assim, pena mas tenho crteza que se foss uma equipe olimpica o patrocinio ja teria saido.
    obrigado Fernando Oliveira

    • Olá Fernando. Compactuo do mesmo sentimento de tristeza que você ao ver que a linda história desse time pode acabar por falta de apoio financeiro. Infelizmente essa é a realidade do esporte paraolímpico no BR. Obrigado.

  3. Yvan disse:

    NOSSA QUE NOTICIA, JOÃO PODE DAR UMA SUGESTÃO PORQUE VC ÃO FAZ UMA MATERIA COM O ALEX E COM A EQUIPE DELE?SERIA OTIMO , AFINAL O CARA SABE TUDO SOBRE BASUQTE EM CADEIRAS DE RODAS E VC PODERIA PERGUNTAR ALGO ,O PORQUE O BANCO BB DEIXOU DE APOIAR.
    OBRIGADO YVAN SANTOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s