Desabafo sãopaulino: #fora_juvenal

Fora Juvenal Juvêncio

Há mais de quatro anos eu começava a minha paixão pelo tema “negócios no esporte”. Até então como repórter da revista Istoé Dinheiro, como sãopaulino, tive a oportunidade de escrever duas resportagens sobre as ações do São Paulo Futebol Clube como um time diferenciado (para ler as matérias clique aqui e aqui). Além de projetos inovadores de marketing, era um time campeão, com uma gestão impecável, com um estádio intocável.

Se naquela época alguém falasse que um dia o São Paulo teria seu estádio ameaçado, trocaria sete vezes de técnico em um ano e estaria nas mãos de um dirigente lunático, eu daria risada. Diria que isso era previsão de corinhtianos ou palmeirenses. Infelizmente não é.

Neste domingo, dia 4, o Tricolor Paulista até tentou fazer sua parte no Campeonato Brasileiro ao vencer o Santos na última rodada. Mas não foi suficiente. Perdemos nosso estádio para a Copa (parte culpa de uma armação política, é verdade, mas a diretoria do São Paulo também tem sua culpa), perdemos nossa vaga para Libertadores, estamos entregues na mão de um lunático (na foto acima), e não acertamos um técnico em 2011.

Acredito que está na hora do São Paulo se reinventar. Este é o momento de descer do salto, de baixar a cabeça e diminuir a arrogância para reconhecer que o clube está fadado ao fracasso caso algo não seja feito. Só para não dizer que não fiz minha parte, além deste post lancei no Twitter a hashtag #fora_juvenal.

No mais, parabéns ao Corinthians. Sem dúvida, a vitória alvi-negra ganhou ainda mais brilho e emoção com a passagem do Dr. Sócrates. As jogadas brilhantes desse eterno ídolo na década de 80 ficarão para sempre em minha memória. Período em que os jogadores de futebol eram politizados e brigavam por algo mais além de seus salários. Aloha!

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Aloha, Boca no trombone, Diário de um surfista, Gestão no esporte. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s