Surf catarinense e Tainha pela paz

FECASURF

Nesta terça-feira, dia 16,  a Federação Catarinense de Surf (Fecasurf) participou de uma reunião com representantes de órgão públicos e associações, cuja a pauta era Pesca da Tainha e Surfe.

Estavam presentes na reunião Daniel Paladino, representante do Ministério Público; Fred Leite, presidente da Fecasurf; o representante da Associação de Pescadores Z11; Alexandre Fontes, representante da Fundação Municipal de Esportes; Jeferson Veloso; Thiago Carriço; Comandante Mello da Capitania dos Portos; e Juarez dos Santos, presidente do SINDPESCA.

Na oportunidade, a FECASURF, a pedido das Associações de Surfe de Florianópolis, apresentou proposta de acordo com os pescadores da Ilha, referente a liberação da prática do surf em alguns pontos, nas seguintes praias: Lagoinha do Leste, Matadeiro, Morro das Pedras, Moçambique, Santinho, Ingleses e Praia Brava, bem como a liberação total nas praias Mole e Joaquina.

A homologação do acordo ficou agendado para o dia 06 de maio de 2013, no Ministério Público de Santa Catarina.

CÓPIA DO DOCUMENTO ABAIXO

Exmo Sr. Promotor de Justiça da Cidadania de Florianópolis – SC.

Florianópolis, 16 de abril de 2013.

A Federação Catarinense de Surf (FECASURF), por meio do seu representante legal, nos autos do Inquérito Civil 06.2013.00000852-0, vem publicamente informar seu respeito pela tradição da pesca da tainha, registrando, todavia, sua responsabilidade na defesa dos direitos e interesses dos praticantes do Surf no Estado de Santa Catarina e em Florianópolis.

Em razão disso, comparece a FECASURF perante Vossa Excelência para mostrar sua disposição, no sentido de realizar acordo com os pescadores, antes que seja tomada qualquer providência de ordem judicial em face da Lei Municipal de Florianópolis número 4.601/95.

Nesses termos, propõe a FECASURF, desde já, caso seja tal proposta inserida em Lei, que a liberação da prática do surf se dê nas praias da Lagoinha do Leste, Matadeiro, a 500 metros do canto esquerdo da praia da armação, a 500 metros do canto direito do Morro das Pedras, a 500 metros para a esquerda da estrada de entrada da praia do Moçambique, a 500 metros do costão das Aranhas na Praia do Moçambique, a 500 metros do canto direito da Praia do Santinho, a 500 metros do canto esquerdo da praia dos Ingleses e a 500 metros do canto esquerdo da praia Brava.

Em tal acordo também deverá ser preservada a total liberdade da prática do surf nas praias Mole e Joaquina, onde não poderá ser permitida nenhuma instalação ou autorização para a prática de pesca, em qualquer modalidade.

Por fim, importa registrar que estamos abertos para tal acordo até o início do mês de maio de 2013, após o que estará a FECASURF compromissada na defesa dos direitos e interesses de seus associados.

Respeitosamente,

Frederico Herondino Leite Neto

Presidente da Federação Catarinense de Surf

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Aloha, Ecologicamente correto, Esporte solidário, Surf. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s