Tempestade brasileira no Rio de Janeiro

Filipe Toledo Foto: ASP/Kirstin

Filipe Toledo
Foto: ASP/Kirstin

Independente de qualquer resultado que venha a ser registrado neste domingo, dia 19, no último dia do Billabong Rio Pro, etapa do circuito mundial de surf profissional, o termo Brazilian Storm nunca fez tando sentido para mim em dois anos onde venho tratando o surf como ferramenta principal em minha vida.

Para saber mais do que estou falando, vale conferir a cobertura publicada pelo Portal Waves. Abaixo segue um resumo do show apresentado neste sábado 18 na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O domingo (19) é dia de torcer pelos brazucas que brigarão em busca do título de campeão.

As quartas de final da competição serão compostas por Adriano de Souza, Kelly Slater, Adrian Buchan, Gabriel Medina, Sebastian Zietz, Mick Fanning, Filipe Toledo e Jordy Smith. Aloha!!!

Anúncios

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Aloha, Brazucas no surf, Circuito profissional, Competições, Esporte, Esportes radicais, Eventos, Surf, WT. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s