Respeito ao campeão mundial de surf!!!

john-john-florence

Um dia antes do havaiano John John Florence (foto acima) se consagrar campeão mundial de surf de 2016 as discussões sobre o tema nos grupos de whatsapp de surf no Brasil afora estavam quentes. Alguns absurdos sobre o atleta chegaram a ser assinados por comentaristas da mídia especializada. Chegaram a dizer que John John era “um havaiano big rider que não sabe competir”. Nesse momento confesso que fiquei preocupado. Pensei comigo e expus esse pensamento em alguns grupos por onde passei: “será que nós brasileiros vamos ficar desmerecendo a performance e o talento de John John Florence porque estamos chateados pela derrota de Gabriel Medina?”. Pensei ainda: “tomara que não. Tomara que não sejamos tão babacas como muitos gringos do surf  já fizeram conosco”. Lembro quando Mineiro levou o caneco mundial em 2015. Teve muito jornalista gringo que criticou a vitória, desmereceu nosso herói daquele ano. Aquilo era FODA de ler.

Ontem pela manhã quando acordei (infelizmente perdi o momento em que John John foi anunciado como campeão, quando acordei ele já estava na água para disputar a final) a primeira coisa que fiz quando os alertas do Twitter pipocavam no meu celular anunciando John John como o número 1 do mundo em 2016 foi ir para os grupos de whatsapp. Imaginava ler uma enxurrada de mensagens destruindo John John e enaltecendo Gabriel Medina. Felizmente me enganei. Tinha algum ou outro comentário em cada grupo, mas nada grave, alguns até coerentes em alguns apontamentos. No final das contas as discussões de um modo geral foram pacíficas. Achei estranho e comecei a pesquisar no Facebook para ver se achava algum comentário, em algum grupo, alguma crítica ao atual campeão do mundo. Achei apenas uma, um doído em um grupo de surf no Facebook, nada além disso, inclusive rapidamente calado por outros membros do mesmo grupo. Todos com o mesmo espírito. Perdemos, porém perdemos com respeito ao atual campeão.

Fiquei feliz porque por onde passei, no perfil dos principais surfistas do mundo e do país de todos os estilos da modalidade (surf masculino, ondas gigantes, etc) e todos que comentaram sobre o tema, parabenizavam e davam o mérito para John John Florence. Hoje fiquei mais feliz ainda ao ler uma respeitada coluna de surf em um dos maiores portais de surf do Brasil e ver que o pensamento de respeito ao campeão mundial é geral. O próprio comentarista que chamou John John “um havaiano big rider que não sabe competir” puxou o freio, fez elogios ao atleta.

Que bom, que bom que nós brasileiros sabemos perder, sabemos torcer. E sabemos respeitar o próximo. Afinal de contas somos o país do surf. Somos referência. Somos a Brazilian Storm, certo?

Houve erros de arbitragem em 2016? Sim, houve e ninguém pode negar isso. A disputa pelo título poderia ter ido mais longe? Poderia. Poderia caso não houvesse acontecido um equivoco por parte da  arbitragem em Trestles contra Medina? Poderia, vai saber!!! Poderia ter sido diferente, inclusive, se Medina não tivesse perdido para ele mesmo a final na França, contra Keanu Asing? Sim, na minha avaliação. Medina errou ali? Avalio que sim, fiquei bravo na hora, mas depois passou. Errar é normal, é  humano e Gabriel Medina é humano, além de ser guerreiro!!! Segura o moleque ano que vem!!!

Quanto à John John Florence, ele mereceu. É sim atualmente o melhor do mundo assim como Gabriel Medina poderá se consagrar novamente, assim como Filipinho Toledo poderá ser um dia, Adriano de Souza de novo, Ítalo Ferreira pela primeira vez, etc. Felizmente grande parte dos surfistas brasileiros que hoje estão na elite tem talento para isso.

E a brincadeira ainda não acabou. Ainda temos a última etapa do ano, em Pipeline, no Hawaii, onde para mim não será nenhuma surpresa se Gabriel Medina levar o título de campeão, inédito para ele. Seria fechar o ano com chave de ouro para Gabriel Medina e abrir 2017 com sede de título, com vitórias a partir das primeiras etapas do ano assim como ele fez em 2014, assim como foi em 2015 e assim como poderia ter sido em 2016 com Filipinho. Enfim, o fato é que não foi esse ano. O fato é o campeão do mundo chegou ao topo por seus méritos, na minha humilde opinião. Que venha o Pipemaster!!!

 

 

 

 

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Aloha. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Respeito ao campeão mundial de surf!!!

  1. Se ofender não vai entrar no blog!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s