No surf tudo se transforma!!!

Infelizmente ainda são poucos surfistas no Brasil, acredito que no resto do mundo também, que se preocupam se o seu shaper segue ou não um conceito sustentável na fabricação de seus foguetes. Nós surfistas, amantes da natureza, sempre focamos no design, medidas, modelo, quilhas, pintura, entre outros detalhes de nossas pranchas. Mas dificilmente olhamos para a questão se aquele shaper reaproveitou algum material do foguete que normalmente vira lixo e traz um impacto pesado para o meio ambiente. Reutilizar o material que sobra da fabricação de uma prancha para a fabricação de outra prancha? Sim, é possível. E mais: é possível ainda utilizar os mesmos componentes que sobram para produzir outros objetos, verdadeiras obras de arte de decoração.

É seguindo essa linha sustentável e artística que o shaper Filipe Blanco, da marca SURF!?, de Santos (SP), desenvolve pranchas com material reutilizável e produz objetos para decoração. “Nunca jogue fora na natureza algo que você possa transformar”, afirma Filipe, que viveu boa parte de sua infância, adolescência e juventude brincando, criando e estimulando sua criatividade no ferro velho de seu pai, no litoral paulista (confira o trabalho de Filipe Blanco no vídeo abaixo e na galeria de fotos acima).

Para incentivar ainda mais esse conceito sustentável e tentar reduzir o impacto que a fabricação de pranchas pode causar no meio ambiente, a marca Vissla, em parceria com a Surfrider Fundation, criou o Creators and Innovator Upcycle Contest 2016 (assista abaixo os teasers do concurso principal e da decisão brasileira). Trata-se de um desafio aos “amantes do mar” para que utilizem o lixo ou algo que foi descartado na criação de um objeto que realmente possa ser usado no oceano. Os candidatos do concurso reciclaram um objeto velho ou descartado em um novo material funcional nas ondas. Prancha de surf, handplane, paipo, quilhas, alaias, skimboard, entre outros. A decisão brasileira da prova aconteceu no último dia 1º de outubro em São Paulo, onde uma  exposição reuniu o trabalho de 10 profissionais e somente três shapers foram escolhidos para disputar a final mundial nesta sexta-feira, dia 28, na Califórnia (imagem do convite do evento acima na galeria de fotos).

Filipe Blanco (@blancofilipe) será um dos representantes brasileiros na competição da Califórnia nesta sexta-feira, com o projeto Ovni Asymmetric, uma prancha didática que apresenta as diversas formas do design e processos de produção, mesclando o atual com o antigo, finalizando com um visual “mural de fotos” em homenagem às pessoas que o inspiraram ao longo de sua carreira (assista abaixo um resumo do projeto).

Que vença o melhor. A natureza agradece!!!

Aloha!!!

 

 

 

 

 

Sobre João Carlos Godoy

Jornalista, surfista, amante, fanático por surf e pelo mar. Formado no curso de MBA de Gestão no Esporte da Universidade Anhembi Morumbi e assessor de imprensa na área de negócios e esporte. E-mail para contato: jc.surfistapaulistano@gmail.com
Esse post foi publicado em Aloha. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s