Estreias de abril no OFF

Nesta semana, o badalado Canal OFF traz estreias de programas de surf que prometem animar a semana da galera, principalmente para quem mora em Sampa, como eu (rsrsrs). Confira a galeria de fotos acima de cada um dos conteúdo citados.

Só nesta segunda-feira, dia 16/04, você confere a estreia dos programas abaixo:

– 6ª temporada de “Mundo Medina”, mostrando o cotidiano e os treinos de Gabriel Medina para campeonatos nacionais e internacionais – 21h; Continue lendo “Estreias de abril no OFF”

Empreendedorismo no surf

WhatsApp Image 2017-12-22 at 23.00.18
Castelo Oric, sede da Oric Surfboards em Porto Alegre.

No último dia 16 de dezembro de 2017, durante o Bilabong Pipe Master, etapa final do Circuito Mundial de Surf Profissional, um número relevante de surfistas e apaixonados pelo esporte se reuniram em um Castelo localizado na Av. Guaíba, em Porto Alegre (RS). O famoso imóvel no dia, tombado pelo patrimônio histórico, não foi palco de um encontro de fãs que se reuniram para torcer pelo Gabriel Medina, que naquela data concorria ao título mundial de surf. Sem dúvida no local a maioria (para não dizer todos) torcia pela vitória de Gabriel. O objetivo principal do evento era inaugurar o espaço oficial da marca Oric Surfboards, a mais nova grife de pranchas de surf do Brasil, que já nasceu grande tendo o surfista, ator e modelo Paulo Zulu como parceiro e garoto propaganda. Confira abaixo uma galeria de fotos como resumo de tudo que rolou no dia. Mais fotos e vídeos você encontra no Insta do Castelo Oric.

Confira também dois vídeos produzidos pela marca para mostrar um pouco da atmosfera que tomou conta do local no dia da inauguração.

Quando decidi escrever a história da Oric fiz isso porque no dia em que conheci a marca (durante a última edição da The Board Trader Show que rolou em 2017 em São Paulo) achei interessante a pegada empreendedora não só do Guilherme Paz, um dos sócios da empresa, entrevistado pelo Surfista Paulistano no vídeo abaixo, mas também do Ciro Nogueira, também sócio e shaper responsável pelo nascimento da Oric.

A ideia da Oric Surfboards começou em 2010 quando Ciro Buarque foi fazer um intercâmbio na Austrália/Indonésia. No período em que residiu na região, Ciro teve muito contato com a cultura do surf australiano, prática do esporte e processo de produção de pranchas. Toda essa experiência incentivou Ciro a observar as oportunidades em Porto Alegre para continuar vivenciando a fabricação de pranchas de alguma maneira. O negócio, que começou com uma pequena oficina nos fundos de sua casa, com consertos e fabricação de pranchas para amigos e depois amigos de amigos, hoje é uma marca que fabrica boards de alta performance. Mais dessa história você confere no bate-papo abaixo, com imagens do videomaker Fernando Pereira.

Para entender mais da parceria da marca com o surfista, ator e modelo Paulo Zulu clique aqui.

 

 

Surf 2017 – by Bruno Zanin

O renomado videomaker brasileiro Bruno Zanin elaborou um vídeo REEL com os melhores momentos vividos no ano de 2017. De acordo com o próprio Zanin “têm umas ondas legais da galera, espero que gostem”. “Que 2018 seja um ano irado pra todos nós. A vida é boa”, finaliza.

Batizado de “it was a good year”, o curta traz imagens de filmagens na Indonésia , Brasil , Hawaii e Califórnia.

 

Retrospectiva Surf – Notas 10 WCT 2017

Aloha galera, a paz!!! Blz?

Todos os anos eu faço uma retrospectiva mostrando a performance de atletas brasileiros em disputas internacionais e tal. Esse ano decidi fazer algo diferente, algo que, literalmente, remetesse à nota 10!!! Daí pensei em montar o vídeo acima com todas as notas 10 registradas nas etapas do WCT em 2017.

Foi um prazer trabalhar nessa ideia porque tive que revisitar todas as disputas do WCT nesse ano, re-assistir algumas baterias, rever momentos irados e, a conclusão principal: somos os melhores do mundo!!! Não estou falando de título, isso é detalhe. Os números, esses sim não mentem. Vamos a eles.

Como todos sabem, o Campeonato Mundial de Surf Profissional, organizado pela World Surf League, é composto de 11 etapas. Do total, apenas cinco disputas registraram as 12 notas 10 conquistadas ao longo do ano. Houve sim, uma chuva de notas 9, notas 8 e uns quebrados, mas as tão sonhadas notas 10 foram poucas. De todas as notas máximas anunciadas, o Brasil saiu na frente. Nossos brazukas conquistaram cinco notas 10, sendo que três foram de autoria de Filipinho Toledo (uma em Bells Beach e duas em Jeffreys Bay), seguido por Ítalo Ferreira (um 10 na Gold Coast) e Gabriel Medina (um 10 em Fiji).

Aliás, Jeffreys Bay foi uma chuva de 10. Das 12 notas 10 em 2017, sete foram em J-Bay. Como já disse acima Filipinho Toledo conquistou duas notas máximas em J-Bay e a vitória da etapa, contando os dois aéreos alley-oops na mesma onda, rsrsrsrs. O sul-africano Jordy Smith foi dono de três notas 10 no mesmo evento e foi também nessa etapa o único no ano a conquistar 20 pontos, na mesma bateria: ou seja, 20 pontos, de 20 possíveis: o heat perfeito.

Além do Brasil e da África do Sul, a lista de notas 10 no WCT 2017 ficaram com os havaianos Ezequiel Lau (um 10 na Gold Coast), Sebastian Zietz (um 10 em Margaret River); o português Frederico Morais (um 10 em J-Bay); e o australiano Julian Wilson (um 10 em J-Bay).

Espero que se divirtam com as ondas perfeitas surfadas em 2017 editadas no vídeo acima e que em 2018 possamos comemorar muitos 10, de preferência, verdes e amarelos. Feliz 2018 queridos leitores. Que Deus abençoe a todos no próximo ano com saúde, sabedoria e paz e, claro, altas ondas. Aloha!!!

Votação valendo prêmios no Maresias Crew

Aloha galera!!! Na paz? Quem é Surfistas Paulistano de verdade, ou seja, passa a semana sonhando com o mar, trampando na Selva de Pedras e no final de semana desce direto pro litoral, certamente tem o Canal Maresias Crew salvo nos favoritos do seu perfil no YouTube. Eu pelo menos tenho e indico. É naquela semana pesada de trampo em SP que eu acesso o Maresias Crew para ver a galera pegando altas em Maresias e região durante a semana. Já que muitas vezes nós de Sampa não podemos pegar umas ondinhas durante a semana, pelo menos assistindo o canal dá pra amenizar a fissura ou aumentá-la ainda mais, rsrsrsrsrs.

Enfim, o fato é que os vídeos do Maresias Crew são irados e a produção é de alto nível. Fora que nunca faltam surfistas de peso nas imagens dessa galera.

Para encerrar 2017 com chave de ouro, o canal lançou nessa semana o “Indo Boat Cruise Apresenta: 1º Prêmio Maresias Crew”. Trata-se de uma votação popular que vai eleger o melhor tubo de Maresias filmado pelo canal, exibido no vídeo acima.

Para concorrer acesse o Maresias Crew clicando no vídeo acima e vote no melhor tubo filmado na remada.

Os participantes concorrem a um final de semana com acompanhante em Maresias oferecido pela Pousada Maréatoa Maresiastambém um kit exclusivo Maresias Crew com boné e camiseta.

Para o surfista vencedor do concurso o prêmio é composto por duas semanas de estadia com café da manhã em Bali na Indonésia no Villa Karisa Balioferecido pela Indo Boat Cruise.

Para concorrer é simples, se inscreva no canal no YouTube e comente no vídeo o número da onda que você escolheu, só vale um comentário e dia 30 de dezembro a galera vai sortear o vencedor.

O “Indo Boat Cruise Apresenta: 1º Prêmio Maresias Crew” conta com apoio
Apoio das marcas Ponchos, Surf Alive, ZeroDozeCambury Sat
hoomaluoficial e
Villa Karisa Bali.

Medina de prancha nova, diz Cabianca

Pelos corredores da The Board Trader Show, no estande da Pró-Ilha, Johhny Cabianca, shaper de Gabriel Medina, concedeu a entrevista acima para o Surfista Paulistano.  Em um bate papo descontraído, Cabianca adiantou que para a próxima etapa do circuito mundial, na França (janela de espera a partir do dia 07/10), Medina vai cair na água de prancha nova. Trata-se do modelo batizado de “Bandida”, mesmo equipamento que deu a vitória para Gabriel em competição na piscina de ondas artificiais de Kelly Slater, evento que rolou recentemente nos EUA.

Além dessa novidade, Johnny Cabianca falou sobre a estratégia geral de pranchas para Gabriel Medina em 2017; pranchas para próximas etapas ainda esse ano; evolução das pranchas acompanhando o atleta; e previsão para 2018. Confira o vídeo com edição e reportagem de João Carlos Godoy e imagens do videomaker e surfista Newton Santos. Aloha!!!

Micro vídeos do OFF no celular

off

Aloha galera!!!

Aí vai uma dica pra galera que durante a semana fica longe do surf mas que só pensa em surf, seja na rua, no carro, no ônibus ou no trem. O Canal OFF (que ajuda a diminuir, ou aumentar, a fissura pelo surf quando estamos longe do mar), lança uma plataforma grátis de vídeos curtos, disponível nas versões IOS e Android, para assinantes e não assinantes de TV por assinatura.

Com conteúdo independente da programação da TV, a plataforma “Canal OFF” oferece aos usuários os melhores vídeos de aventura e natureza, com duração entre 15 segundos e 2 minutos. Mais de cem atletas, que estão entre os melhores de suas modalidades, como Gabriel Medina, John John Florence, Leticia Bufoni, Bob Burnquist, Brad Domke, Sabiá, Luigi Cani e Carlos Burle, estarão presentes.

É possível criar seu perfil, acompanhar o que os amigos assistiram e o que seus ídolos publicaram, ‘favoritar’ os melhores conteúdos, compartilhar tudo em outras redes sociais e até baixar os vídeos para assisti-los em outro momento, quando estiverem off-line. Os usuários também terão uma experiência personalizada: ao longo das navegações, os vídeos passam a ser exibidos de acordo com as preferências de cada perfil.

Com cerca de 700 vídeos já disponíveis e uma atualização diária de até seis vídeos, o conteúdo se divide em playlists, como “Performance”; “Natureza”; “Fun” (vídeos divertidos dentro do universo OFF); ”Épico” (os feitos mais incríveis das mais diversas modalidades), “Vacacetadas” (tombos engraçados do esporte), além de vídeos ao vivo publicados pelos atletas que trazem conteúdo em primeira mão, vindo de toda parte do mundo.

 

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑